Estampados e linhas descontraídas, mas sempre polidas marcaram uma coleção onde Ricardo Preto diz que “fez o que quis”.

Ouvindo o seu instinto e seguindo os seus gostos, o modo mais fácil de descrever a primavera-verão 2014 do criador nacional é que ela é o seu mais instintivo ADN: usou as silhuetas que gosta, as tonalidades que preferiu, os estampados que sempre quis usar.

“Há vários verões que tenho usado estampados e quis desta vez explorá-los mais, misturando-os. Desde que descobri o printing não quero outra coisa”, brinca. “ E nesta estação quis aproveitar para escolher os padrões que mais gosto e que tinha muita vontade de aplicar.”

Nas silhuetas, o modus operandi intuitivo repete-se: sem minar aquela que é a linha da mulher Ricardo Preto - descontraída, mas sofisticada - o designer introduziu formas tão rígidas como casacos estruturados e versáteis, mas também figuras tão fluidas como as de djellabas e caftans.

As transparências das sedas coexistem com o conforto dos algodões, e nos sapatos - uma parceria feliz com a Clays -, o feeling despojado equilibra a feminilidade dos looks.

You may also like

ModaLisboa: o primeiro dia teve Amor in TimeOut.pt
2017
Travel and see the world in Inquirer.net
2017
Ricardo Preto | ModaLisboa Legacy in Vogue Portugal
2014
Ricardo Preto Exclusive to Rustan's in istorya.net
2016
Forward fashion in SunStar Philippines
2017
Ricardo Preto personaliza isqueiros BIC in Máxima.pt
2015
Ricardo Preto - ModaLisboa Ever.Now in Máxima
2013
Ricardo Preto FW 15 in Vogue Portugal
2015
Uma luz que nunca se apaga in Portugal Têxtil.com
2017
#BICRicardo Preto in Vogue Portugal
2015
Back to Top